18 de maio de 2010

NOTA TRISTE

Hoje estou triste. Andava, há tempos, querendo saber notícias de um querido amigo e colega de trabalho Antonio Romildo de Andrade. A gente se aposenta, perde o contato com pessoas que se quer bem e de quem se tem saudade. Ontem, recebi um e-mail do Lucas, sobrinho dele, me dando conta de que meu amigo faleceu, em novembro do ano passado. Nas minhas orações noturnas, já rezei por ele, para que Jesus o acolha em seu seio, pois em vida foi uma pessoa do bem. Mas fiquei lembrando do nosso convívio no DSP, onde trabalhamos juntos, levantando o tempo de serviço de funcionários públicos estaduais, para a obtenção de gratificação adicional. De como ele me incentivou a escrever uma crônica sobre meu querido professor de matématica, no Ginásio Maria Ortiz, Arildo Lima. E foi uma das maiores alegrias de minha vida receber uma visita daquele meu professor, com lágrimas nos olhos, vindo agradecer a crônica que escrevi.  Triste, hoje estou triste. Mas daqui, deste meu cantinho, lhe digo:  amigo querido, descanse em paz.

Um comentário:

lupino disse...

Thelma estimada, sinto muito pelo falecimento de seu amigo.
Abraço-a fraternalmente,
Edson Lobo